As food trucks que nunca conseguiremos entender.

É um fato, os food truck se tornaram febre no país.

Com origem nas comidas que são vendidas de forma rápida, pra comer na rua mesmo, eles ganharam um tapa no visual e são considerados, atualmente, uma das coisas mais cool pra se fazer num final de semana (ou até mesmo durante a semana).


Apesar de todo esse fuzuê que existe em torno dos food trucks, quando paramos para pensar, muito deles são bastante bizarros, seja por um motivo ou por outro. Por essa razão listamos para você os cinco caminhões de comida mais inacreditáveis, que andam dando o que falar por aí.

- Hot-Dog

Procurando pelos food trucks que estão fazendo sucesso aqui em São Paulo, verdade seja dita: uma parte realmente grande vende hot-dog. Então qual é a diferença entre o food truck de hot-dog e aquele tiozinho que vende um dogão num trailer com ponto fixo?.

O preço talvez fosse o fator diferencial, mas a diferença nem é tão grande assim. Enquanto a gente paga cerca de R$ 5,50 num cachorro-quente "normal", o mais simples da A Dogueria custa R$ 7. É simplesmente a graça de dar um "nome bonito" pro seu produto.

- Churros

Outro produto que já é encontrado em trailers desde sempre, mas resolveu agora ganhar pontos de food truck são os churros.

Se numa barraquinha de quermesse o doce recheado custa cerca de R$ 3, um parecido no truck Churros da Sí, que fica na Riviera São Lourenço, custa o dobro do preço. É uma verdadeira gourmetização da comida de rua.

- Coxinha

Um dos maiores sucessos de food truck aqui na cidade de São Paulo é o Só Coxinhas. Quando ele abriu, a espera na fila para comprar as coxinhas chegou a durar três horas. Isso mesmo. Três horas. Pra comer coxinha. Produto que você encontra em qualquer padaria.

Tudo bem, você pode pensar "Mas não tem só coxinha de frango lá", aí você olha o cardápio e vê coxinha de queijo. Quero dizer, é a mesmíssima coisa que bolinha de queijo, só que com outro nome. Ainda estamos sem entender esse desespero pra comer coxinha e bolinha de queijo.

- Doritos

Sim, existe. Não faz muito tempo que o Doritos Food Truck chegou a São Paulo, e acho que já se enquadra no quesito "um dos mais inacreditáveis que existem". Tá certo que eles não vendem saquinhos de Doritos (ainda bem), e sim receitinhas com o produto, mas mesmo assim...

Marketing ótimo, mas, fora isso, a existência desse food truck continua sendo deveras intrigante, não?

- Champanhe

Pela falta de adequação ao conceito comida de rua, esse truck ganha o prêmio de mais absurdo de todos. Quer dizer, quando até a Veuve Clicquot, um dos champanhes mais desejados do mundo, resolve abrir um food truck, é porque a moda ultrapassou todos os limites. Sabe quanto custa uma taça da bebida? R$ 48. A pergunta é: se você estiver com notas de R$ 50 sobrando no bolso, iria tomar uma taça de champanhe num food truck?

Fonte: Virgula



Ele é Blogueiro, Designer gráfico e Palestrante... Auditório, ele é bom ou não é?!?!?

COMPARTILHAR

POSTAGENS RELACIONADAS

Próxima
« Voltar
Anterior
Próxima »
A reprodução do conteúdo deste blog é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a sua fonte.
Todas as postagens aqui são linkadas.