FBI não quer contratar hackers que fumam maconha.

O FBI tem um problema. A agência precisa contratar hackers para montar sua divisão de crimes cibernéticos, mas também não quer contratar quem tenha fumado maconha nos últimos três anos. O problema é que muitos hackers gostam de fumar maconha.


É um verdadeiro dilema. Mas é um dilema no qual o FBI está trabalhando. Na segunda-feira, o diretor James Comey disse a uma plateia no Instituto White Collar Crime sobre seu pequeno problema de erva. “Eu preciso contratar uma ótima força de trabalho para competir com os criminosos cibernéticos, e alguns desses garotos querem fumar maconha a caminho da entrevista,” disse Comey. Exatamente como fazer isso é a parte difícil. Comey ainda disse que a agência está “lidando com a questão neste momento”, e deu a entender que o FBI considera aceitar usuários da droga.

Mas, aparentemente, nem todo mundo gostou dos comentários de Comey sobre maconha. Um senador anti-drogas puxou o assunto durante uma reunião no Senado americano nesta quarta-feira, e em um certo momento, o diretor do FBI recuou um pouco na sua declaração. “Eu sou completamente contra o uso de maconha”, disse Comey, deixando claro que é contra fumar a erva.


Então como o FBI solucionará essa questão? Ele começará a contratar maconheiros? Provavelmente não. Mas parece que a agência se prepara para aceitar a ideia de contratar pessoas que gostam de participar desta atividade que é legalizada em dois estados dos EUA e é praticamente legal em muitos outros. O próprio Comey reconheceu isso – ele disse que não quer alterar a restrição, mas o FBI já pensa nessa alternativa.

Ele é Blogueiro, Designer gráfico e Palestrante... Auditório, ele é bom ou não é?!?!?

COMPARTILHAR

POSTAGENS RELACIONADAS

Próxima
« Voltar
Anterior
Próxima »
A reprodução do conteúdo deste blog é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a sua fonte.
Todas as postagens aqui são linkadas.