"O segredo é aproveitar bem a escola." diz aprovado na USP e na Unicamp.

Aproveitar o máximo as aulas do ensino médio e manter o equilíbrio são as dicas do estudante Cassio Kenji, 17, para um bom desempenho nos vestibulares. Kenji foi aprovado para o curso de engenharia mecatrônica na USP (Universidade de São Paulo) e na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), além de garantir uma vaga no bacharelado de ciência e tecnologia da UFABC (Universidade Federal do ABC) por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada).


"A principal parte da minha preparação para o vestibular foi aproveitar o ensino médio, prestar atenção no que os professores falavam, fazer anotações, ficar de olho e aproveitar o melhor que a escola podia oferecer", afirmou. "Eu também acho que é preciso ter equilíbrio. Não sei se é saudável o cara passar 10 horas estudando em casa depois da escola, isso pode acabar gerando estresse e atrapalhar na hora da prova por causa do nervosismo. Manter o controle é muito importante", completou.

O estudante contou que não tinha uma rotina "tão pesada": "No 3º ano [do ensino médio] tinha aulas à tarde e plantão de dúvidas. Em casa, eu estudava umas duas ou três horas por dia, mas se fosse estudar algo que gostasse muito demorava mais tempo. Revisava matérias do dia, fazia tarefa. Tentava equilibrar nos finais de semana. Nunca fui de balada, mas ia visitar meus tios, minha avó".

Filho de um mecânico e de uma confeiteira, Kenji estudou até o ensino fundamental em escola pública. No ensino médio foi para a escola particular após ser selecionado em uma bolsa do Ismart - instituto que oferece bolsas de estudo para alunos de baixa renda. "Ir para uma escola particular foi uma novidade para a minha família. Meus pais sempre tiveram em mente que o caminho para uma vida melhor era o estudo e eles sempre me incentivaram a estudar. Quando ganhei a bolsa eles me incentivaram muito a ir lá e estudar e tentar entrar em uma faculdade de excelência", disse.

O interesse pela mecânica e, consequentemente, a escolha pelo curso de engenharia mecatrônica surgiu na família, com a influência do pai, do avô e dos tios mecânicos.

USP ou Unicamp 
Kenji disse que teve muita dúvida para decidir em qual universidade realizar a matrícula, mas acabou escolhendo a USP por causa de um professor que realiza pesquisas em biomecânica e biorrobótica, áreas em que ele pretende se especializar. "Seria mais fácil para entrar em um grupo de pesquisa dele. Esse fator tem bastante peso nessa escolha", afirmou.

Como o estudante mora em Sorocaba (a 100 km de São Paulo), teria que viver longe dos pais independentemente da instituição que escolhesse. Kenji não será o primeiro a sair de casa para estudar - a irmã mais velha faz faculdade no Rio Grande do Sul. "Acho importante morar sozinho, é um ciclo novo, estou criando muita expectativa com isso."

A família ainda não decidiu como será a mudança para São Paulo. "Vamos procurar uma república ou quitinete. Também vai ter a bolsa do Ismart e posso tentar bolsa-auxílio na universidade,  isso vai me ajudar", disse.

VIA

Ele é Blogueiro, Designer gráfico e Palestrante... Auditório, ele é bom ou não é?!?!?

COMPARTILHAR

POSTAGENS RELACIONADAS

Próxima
« Voltar
Anterior
Próxima »
A reprodução do conteúdo deste blog é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a sua fonte.
Todas as postagens aqui são linkadas.