Pepsi retira substância cancerígena de refrigerante vendido na Califórnia

A Pepsi mudou a fórmula de seu refrigerante de cola vendido no Estado americano da Califórnia e retirou do produto uma substância classificada como cancerígena, conhecida como 4-metlimizadole ou 4-MEI. Porém, a Pepsi vendida em outros Estados americanos e também em outros países ainda contém a substância. As informações são do site americano Businessweek.

A 4-MEI foi classificada como cancerígena pelo Estado da Califórnia e a Pepsi alterou a fórmula de seu refrigerante de cola para continuar vendendo no local. Porém, mesmo dizendo que irá retirar a substância do produto vendido em outros locais até mesmo para padronizar sua cadeia de suprimentos, a atitude ainda não foi tomada, segundo comunicado da Pepsi publicado pelo site.

A empresa afirmou que refuta que qualquer produto vendido por ela seja perigoso e que segue as regras de proibição de substâncias em todos os seus mercados - o órgão nacional de segurança alimentar americano não proíbe a utilização da 4-MEI, apenas o Estado da Califórnia.



De acordo com o site da Businessweek, a 4-MEI é utilizada para dar cor ao refrigerante e também é encontrada em cervejas, pães, café e molho de soja. O órgão regulador de segurança alimentar americano afirmou no ano passado que uma pessoa teria que beber mais de 100 latas de refrigerante por dia para ter em seu corpo doses de 4-MEI compatíveis àquelas utilizadas nos estudos que relacionam a substância ao câncer.

VIA

Ele é Blogueiro, Designer gráfico e Palestrante... Auditório, ele é bom ou não é?!?!?

COMPARTILHAR

POSTAGENS RELACIONADAS

Próxima
« Voltar
Anterior
Próxima »
A reprodução do conteúdo deste blog é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a sua fonte.
Todas as postagens aqui são linkadas.