Dez estranhos métodos de controle de natalidade.

Esterco de Crocodilo: Documentos Egípcios antigos datados de 1850 aC descrevem como pessários – objetos ou misturas inseridos na vagina para bloquear o esperma – feitas de esterco de crocodilo, mel e carbonato de sódio como métodos anticoncepcionais comuns, usados na época.

Esterco de crocodilo na verdade é ligeiramente alcalino, assim como os espermicidas modernos, por isso pode ter funcionado bem.

Testículos de Doninha: Weasel's TesticlesCulturas medievais tinham algumas maneiras criativas para evitar bebês, como amarrar os testículos de uma doninha em torno de suas coxas.

De acordo com o mito, amarrando os dois testículos de uma doninha e envolve-los na coxa ligando-os a coxa de uma mulher que também usa um osso de doninha, ela não será mais capaz de conceber. Obviamente, o método é um disparate



Mercúrio: Práticas contraceptivas das mais perigosas incluem o consumo de chumbo e mercúrio por mulheres chinesas há milhares de anos.

Esta poção mortal foi usada por concubinas na China antiga, a fim de permanecerem estéreis.

Estas substâncias são conhecidas por causar efeitos colaterais, como a insuficiência renal, danos no cérebro e, claro, a morte.

Chá de Testículos de Castor: Essa prática foi comum no século 16, no Canadá, quando as mulheres tentaram evitar a gravidez imergindo testículos de castor, secos, em uma solução concentrada de álcool e, em seguida, beber a infusão.

Não há registro de sua eficácia.

Intestino de Animais: Um dos mais antigos preservativos conhecidos é feito a partir de intestino de porco. Existe até um manual que sugere a imersão em leite morno antes de usar para torná-lo mais macio e mais flexível.

Água de Ferreiro: De acordo com Soranus, um ginecologista grego que viveu no século 2 dC, as mulheres eram orientadas a beber a água que ferreiros usavam para resfriar metal como um método de controle de natalidade.

Diafragma de Ópio: As mulheres mais velhas da Sumatra usaram a vagem desta planta como um diafragma durante a relação sexual.

Tampão de Acácia e Mel: Um dos primeiros registros de um dispositivo contraceptivo é de 1550 aC e foi encontrado em uma folha de papiro no Egito. Ela descreve um tampão feito de semente de lã umedecida com acácia , tâmaras e mel.

Apesar de sua natureza primitiva, o tampão funcionou porque acácia fermentada produz ácido láctico, um ingrediente usado em espermicidas de hoje.

Coca Cola: Uma parte da tradição contraceptiva durante os anos 1950 e 1960 era usar Coca Cola, quando outros métodos de controle de natalidade eram difíceis de serem encontrados. limao

A ideia de que a Coca-Cola pode ser usada como um espermicida foi a grande sensação do Ig Nobel cerimônia de premiação, realizada na Universidade de Harvard, em outubro de 2008.

O experimento foi conduzido no laboratório de controle de natalidade da Harvard Medical School.

Diafragma de Limão: Uma singularidade que merece destaque é que os limões foram utilizados em 1700 como um controle de natalidade razoavelmente eficaz.

A forma agiria como um diafragma e o ácido cítrico mataria o esperma. No entanto, o suco de limão pode danificar o tecido vaginal, assim limões provavelmente não são uma escolha inteligente

VIA

Ele é Blogueiro, Designer gráfico e Palestrante... Auditório, ele é bom ou não é?!?!?

COMPARTILHAR

POSTAGENS RELACIONADAS

Próxima
« Voltar
Anterior
Próxima »
A reprodução do conteúdo deste blog é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a sua fonte.
Todas as postagens aqui são linkadas.